HOME | DEPOIMENTOS | DÚVIDAS

 
 
 

Aliança
A aliança representa um circulo, ou seja, uma ligação perfeita entre o casal. O círculo representava para os Egípcios a eternidade, tal como o amor, que deveria durar para sempre. Os Gregos, após a celebração do casamento, utilizavam anéis de íman no dedo anelar da mão esquerda, acreditando que por esse dedo passa uma veia que vai direta ao coração. Mais tarde, os Romanos adotaram também esse costume, que se manteve até aos dias de hoje.

Casamento
No antigo sistema patriarcal, "os pais casavam os filhos", uma vez que os pais tinham que ceder uma parte do seu patrimônio (casa e terras) para o sustento e a moradia da nova família. A cerimônia de casamento nasceu na Roma antiga, incluindo o ritual da noiva se vestir especialmente para a cerimônia, o que acabou por se tornar uma tradição. Foi igualmente em Roma que aconteceram as primeiras uniões de direito e a liberdade da mulher casar por sua livre vontade.

Bolo de Casamento
Este costume vem desde o tempo dos romanos. O bolo da noiva é, desde há séculos, um símbolo de boa sorte e de festividade. No tempo dos Romanos, a noiva comia um pedaço de bolo, e exprimia o desejo de que nunca lhes faltasse o essencial para viverem. Atualmente, o corte do bolo constitui um dos momentos mais marcantes da festa. O noivo pousa as mãos sobre as da noiva para segurar a faca, procedendo juntos ao primeiro corte do bolo, simbolizando partilha e união. Segue-se a distribuição de fatias pelos convidados. A tradição do "tradicional" bolo de casamento empilhado partiu de um jogo, onde a noiva e o noivo tentavam beijar-se por cima de um bolo, que se tornava cada vez maior, tentando não o derrubar.

Chegada à Igreja
O noivo sempre chegará antes da noiva, com uma diferença de pelo menos meia hora. Tanto ele quanto ela devem entrar na igreja em cortejo, ele de braço dado com sua mãe ou madrinha, ela, com seu pai ou padrinho.
A noiva não deve se atrasar mais que dez minutos. Mais do que isso é falta de consideração com seus convidados. Ao entrar, ela deve se posicionar ao lado esquerdo do noivo. Esta tradição remonta à época medieval em que os homens levavam a arma do lado direito, e, desta forma, tinham mais liberdade de movimento.

Posição dos noivos no altar
A razão da noiva ficar sempre do lado esquerdo do seu noivo tem a sua origem nos anglo-saxões. O noivo, temendo a tentativa de rapto da noiva, deixava sempre o braço direito livre para tirar a sua espada.

Vestido da Noiva
O primeiro vestido branco foi adotado em Inglaterra pela Rainha Vitória, no século XIX, quando se casou com o seu primo, o príncipe Albert. Uma vez que naquela época era impensável um homem pedir uma rainha em casamento, o pedido foi feito pela noiva.
Em Portugal o típico vestido de casamento, antes do século vinte era tradicionalmente preto.

O Buquê
Os primeiros buquês de noivas incluíam não apenas flores, mas também ervas e temperos. Os mais populares geralmente com cheiro mais forte, como os alhos eram usados para espantar os maus espíritos. As flores tinham cada uma, seu significado: hera representava fidelidade; lírio a pureza; rosas vermelhas o amor; violetas a modéstia; não-te-esqueças-de-mim era o símbolo de amor verdadeiro; flores de laranja davam fertilidade e alegria ao casal.

Véu da Noiva
O uso do véu da noiva era um costume da antiga Grécia. Os gregos acreditavam que a noiva, ao cobrir o rosto, ficava protegida do mau-olhado das mulheres e da cobiça dos homens. Tinha ainda um significado especial para a mulher: separava a vida de solteira da vida de casada e futura mãe.

Grinalda
Distingue a noiva do resto dos convidados. É ainda símbolo de status e riqueza. Quanto mais luxuosa, mais poderosa é sua dona.

“Pode beijar a Noiva!”
Muitas culturas acreditavam que quando os casais se beijavam no final da cerimônia, suas almas também eram compartilhadas.

Arroz
Tem origem asiática, onde o arroz é sinônimo de prosperidade. A tradição de atirar grãos de arroz sobre os noivos, após a cerimônia nupcial, teve origem na China, onde um Mandarim quis mostrar a sua riqueza, fazendo com que o casamento da sua filha se realizasse sob uma "chuva" de arroz. Hoje atiramos arroz aos noivos à saída da igreja como sinônimo de fertilidade, felicidade e prosperidade.

Moeda no sapato da Noiva
Esse antigo costume servia para acalmar a deusa Diana. Segundo crenças, ela ficava nervosa quando uma mulher perdia a virgindade. A moeda servia para lhe esfriar os ânimos.

Cortar a gravata dos Noivos
É uma forma engraçada de levantar um dinheiro extra para os noivos. Padrinhos ou amigos vendem os pedacinhos da gravata em troca de uma pequena contribuição financeira.

Usar uma coisa velha, nova, emprestada e azul no dia da cerimônia
A tradição surgiu na época Vitoriana. Geralmente, a coisa velha é uma jóia de família, um lenço ou o véu da mãe ou da avó. A nova, o vestido, serve para trazer sorte. A emprestada tem que pertencer a uma esposa feliz. A azul representa pureza e fidelidade.

Lua de Mel
A palavra lua de mel tem sua origem nos casamentos por captura. Era assim: um homem apaixonava-se por uma mulher, capturava a amada (muitas vezes contra a sua vontade) e a escondia por um mês (de uma lua cheia até a outra) em algum lugar afastado. Durante esse período, eles bebiam uma mistura afrodisíaca, adocicada com muito mel, até que ela se rendesse à sua sorte. Daí o nome "lua de mel".

Noivo carrega noiva no colo
Este costume é oriental. Acredita-se que os gênios ruins (que atacam apenas as mulheres) ficam a espera da noiva na porta do quarto nupcial.
O marido protege a esposa carregando-a, para evitar que ela "pise" em algo ruim. Algumas tradições acreditam em mau olhado, se a noiva cair à entrada da casa. Outras falam em azar se ela entrar com o pé esquerdo. Se o noivo levá-la no colo, evita esses dissabores. Uma explicação alternativa para o fato é que os anglo-saxões costumavam roubar a noiva e carregá-la nas costas.

Padrinho – Guarda costa
A tradição da escolha de um padrinho é na realidade, um costume que remonta à antiguidade quando se escolhia um bom amigo, na maioria das vezes um guerreiro tribal, para ajudar a proteger a noiva de possíveis raptores, conhecidos por rondarem o local da cerimônia.

Damas de Honra
Este costume vem do tempo dos romanos, que exigiam 10 testemunhas presentes no casamento. Eles acreditavam que espíritos maus tentariam influenciar a noiva. As testemunhas, ou damas de honor, protegiam a noiva e enganavam os espíritos por estarem todas vestidas de igual e impediam os maus espíritos de reconhecerem a noiva.

Chá de Cozinha
Era uma vez um pobre moleiro holandês que ficou apaixonado por uma rica donzela. O pai da virgem desaprovou o casamento e recusou-se a financiar a união dos dois. Os amigos do moleiro, numa atitude de carinho e amizade, juntaram-se e ofereceram a eles alguns dos itens que ajudariam a mobiliar a casa. Assim, há muitos séculos atrás, nasceu o chá de cozinha.

Flores no Caminho
Você sabia que os antigos romanos tinham o costume de atirar flores no trajeto da noiva, acreditando que as pétalas fariam a noiva ter sorte e dar carinho ao marido?

Casamento de Militar
Militares têm a tradição do "casamento oficial", ou seja, o noivo casa-se de uniforme, com pompa e honra. Na porta, um cerimonial interessante: se é militar, espadas se cruzam para que ele passe por baixo. Se é bombeiro, um extintor aparece e dá um banho nos recém-casados.

Lista de Presente
A lista de presentes se inicia na Idade Média. A noiva recebia doações como animais domésticos, roupas, pedras preciosas, moedas, um cofre, um leito com cobertas e ferramentas.

Namoro a distância
Diz-se que antigamente na China os noivos só se conheciam no dia do casamento.
Eles namoravam a distância através dos parentes. A noiva chinesa, segundo a tradição, escolhia para suas damas de honra, as moças mais feias do lugar, com o fim de realçar a sua própria beleza. Na China, segundo a lei, as famílias só podem ter um filho.

Amêndoas – Símbolo da Felicidade
Os italianos acreditam que as amêndoas trazem felicidade aos noivos e que na Itália, é tradição os familiares comerem as amêndoas às vésperas do casamento dos filhos? Aqui no Brasil, os italianos ou seus descendentes, oferecem as amêndoas no final da cerimônia, ou enfeitada na forma de lembrancinha.

Despedida de Solteiro
As despedidas de solteiro foram originadas pelos soldados Espartanos, que se despediam dos seus dias de solteiros com uma festa desconcertante.

 
 


 
 
Acompanhe
  • orkut
  • blogger
  • twitter
  • Facebook
Parceiros:
 
Copyright © 2010 -2014 Brinde aos Noivos. Todos os Direitos Reservados.